JÚLIO UÇÁ

REDES / CONTATOS

1/4

Júlio Uçá estreou no cenário alagoano com a música “Moreninha”, de sua autoria, no Festival de Música do SESC de Alagoas: o FEMUSESC-AL 2003. Desde então participou de vários projetos pelo Nordeste: Projeto Jaraguá Cultura e Negócios (Maceió/2003), Feira da Música (Fortaleza/2006), Projeto Circulação SESC Música Alagoana (Maceió/2008) e o Projeto Misa Acústico (Maceió/2008). Júlio tocou em outras três edições do FEMUSESC-AL e em 2008 venceu o festival com a música “Cabelo de Mola”, um de seus maiores sucessos. No mesmo ano, representou o Estado de Alagoas no evento nacional do SESC, o Festival de Música Cidade Canção (FEMUCIC), em Maringá, e passou pelo Sudeste do Brasil com algumas apresentações na capital paulista.

 

Com influências de Zeca Baleiro,  Frejat e Adriana Calcanhoto, Uçá compõe suas músicas no melhor estilo MPB, usando diferentes influências rítmicas a cada canção, abrangendo temas variados, normalmente inusitados; “do amor presente no cotidiano urbano, ao lúdico/imaginário que nos convida a imaginar cenários  com fácil apelo pop”. Hoje, uma das grandes apostas na nova geração de músicos alagoanos, Júlio consegue unir com certa personalidade, belas melodias da tradicional música popular brasileira , com um tom de voz suave e exótico. No início de 2012, a canção Descolorar de sua autoria foi selecionada em meio a quase duas mil canções no concurso nacional “Novo Compositor” da cantora Preta Gil, classificando-se em quarto lugar.

 

Em 2014, conseguiu lançar nas plataformas digitais  seu primeiro disco “Cabelo de Mola”, o álbum leva o nome da música que o apresentou a um público maior dentro e fora do nordeste, e em junho próximo, estará representando Alagoas e o Brasil no “festival internacional de artes “AZORES FRINGE FESTIVAL”, na ilha de Pico, Açores-Portugal.

 

Seja Flores - JULIO UÇA
00:0000:00
Meia Hora - JULIO UÇA
00:0000:00
Cabelo de Mola - JULIO UÇA
00:0000:00
Encontro Sideral - JULIO UÇA
00:0000:00